Ecos de uma resposta


 

 

   Em 03 de novembro de 1842,  o jovem sacerdote Eduardo Michelis fundou a Congregação das Irmãs da Divina Providência. Sentindo-se incomodado e comovido com a miséria social, desamparo físico e intelectual, necessidades morais e espirituais das crianças órfãs de Münster (Alemanha), reconheceu logo, à luz da fé na Divina Providência, o apelo de Deus. Precisava dar sua resposta! 
  

 

 

   Com o passar dos anos, a essência desafiadora e audaciosa  do pioneiro se expandiu... E assistência social, saúde, educação e diversas pastorais foram se estruturando na Ásia, na África, na Europa e na América Latina.
   Foi assim que, munidas de renúncia e espírito de sacrifício, no final do século 19, Albina Fürhrmann, Osvalda Wegener e Albertina Köhler aqui chegaram. Instalava-se, no Brasil, a Congregação da Divina Providência, com a missão de promover a vida.


   Dessa forma, em 1895, aos quinze dias do mês de abril, depois de longa e penosa viagem,  elas chegam, finalmente, a Tubarão. E em 04 de junho, as irmãs-professoras já prestam inestimáveis serviços à sociedade. Era uma pequena escola que travava luta com inúmeros obstáculos. Convictas de que muitas seriam as vitórias e as conquistas, persistiram. 

 

   Imbuído do mesmo espírito desbravador, somado a dinamismo e permanente atualização, o Colégio São José, desde o longínquo 1895, conduz um processo de ensino de excelência a serviço da sociedade catarinense. Sua ação educativa abrange Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio com Terceirão, Pré-Vestibular e Atividades Extra-Curriculares.

 

 

   Vale lembrar que a Sociedade Divina Providência, com sede em Florianópolis/SC, na Província do Coração de Jesus, mantém:
• na área da saúde, os hospitais: Nossa Senhora da Conceição (Tubarão); São José e Maternidade Chiquinha Gallotti (Tijucas); Santa Isabel (Blumenau);
• na área educacional: Colégio São José (Tubarão); Stella Maris (Laguna); Sagrada Família (Blumenau); Santos Anjos (Joinville) ; Centro Social Educativo Nossa Senhora do Mont Serrat (Florianópolis).



Switch to your language: